×

Erro

Passed variable is not an array or object, using empty array instead

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) lamenta o falecimento, na tarde desta quarta-feira (15/4), de Rubem Fonseca, aos 94 anos. Um dos maiores cronistas brasileiros, o escritor e roteirista cinematográfico, que nasceu em 11 de maio de 1925, em Juiz de Fora (MG), inaugurou uma nova corrente na literatura brasileira, com o movimento “brutalista”.
 
De sua vasta obra, destacam-se os romances com narrativas policiais, reunindo fortes elementos de oralidade. O mais famoso livro de Rubem Fonseca é Agosto (1990). A obra mistura história e ficção para retratar as conspirações que levaram ao suicídio do então presidente Getulio Vargas, em agosto de 1954. Outras obras do autor também se tornaram clássicos da literatura contemporânea, como Feliz Ano Novo (1976), A Cólera do Cão (1963) e O Cobrador (1963). A obra mais recente de Rubem Fonseca é Carne Crua (2018).

Imagem: Divulgação