×

Erro

Passed variable is not an array or object, using empty array instead

A transmissão será feita pelo Instagram da Biblioteca no sábado, 18 de abril
 
Em celebração ao Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado em 18 de abril, a Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, em parceria com o projeto “Iranti - Ser África”, fará um bate-papo virtual com cinco escritores. Com o tema “Escritores e suas obras infantis”, a conversa vai abordar os desafios e as oportunidades na carreira de quem se dedica a criar histórias para crianças.
 
O evento será transmitido ao vivo pelo Instagram da Biblioteca Estadual no sábado (18/4), a partir das 16h30, e vai contar com a participação dos escritores Beatriz Myrrha (MG), Carol Fernandes (MG), Josias Marinho (RO), Madu Costa (MG) e Pierre André (MG). A mediação é de Magna Oliveira, e o público também poderá participar do bate-papo enviando perguntas para os convidados. 
 
De acordo com a diretora do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), Alessandra Gino, o bate-papo virtual é uma oportunidade de aproximar leitores e escritores. “O universo digital é um mundo fantástico e, em tempos de isolamento social, tem se mostrado um forte aliado para continuarmos realizando nossas ações. A facilidade das mídias sociais nos ajuda a aproximar leitores e escritores e a oferecer uma programação diversa para o público”, comenta Alessandra.
 
Além dessa aproximação com leitores, o evento vai contar com uma ação especial. Os escritores Carol Fernandes e Pierre André farão a doação de dois livros para o acervo da Biblioteca Estadual. Carol Fernandes vai doar a obra Coração do Mar (Crivo Editorial, 2019), que conta a história de Odara, uma menina apaixonada pelo mar e que vive pensando nas aventuras e descobertas que viverá nas águas. Com ilustrações da própria autora, a obra é uma homenagem a Iemanjá.
 
Já Pierre André vai ceder ao acervo o livro Bichos De-versos (Ed. Matriz Cultural, 2012). A publicação reúne 16 minicontos rimados, engraçados e criativos, que despertam a imaginação do leitor a respeito do mundo dos bichos e suas incontáveis peripécias. Na ocasião, os dois escritores vão ler trechos de suas respectivas obras durante a participação na transmissão da Biblioteca.

Dia Nacional do Livro Infantil
O Dia Nacional do Livro Infantil foi instituído em 2002 pela Lei n.º 10.402/02. A data é uma iniciativa para evidenciar a importância da leitura, especialmente durante o período de escolarização básica infantil. A data é, também, uma celebração do nascimento de Monteiro Lobato, considerado o pai da literatura infantil brasileira.  

Sobre os participantes
Beatriz Myrrha é artista, contadora de histórias, escritora, atriz, musicista e maestrina do Coral dos Desafinados. Professora de música e mãe de três filhos. 
 
Carol Fernandes é autora, ilustradora e pedagoga com formação complementar em Educação Social, formada pela Faculdade de Educação da UFMG. Atuou como professora na etapa da Educação Infantil, onde pode desenvolver projetos que articulavam cultura, artes visuais e literatura a temáticas relacionadas às identidades raciais, sociais e de gênero das crianças. 
 
Madu Costa é escritora, cordelista, narradora de histórias, arte- educadora, pedagoga, professora, pesquisadora sobre orixás femininos, membro do Coletivo Yabás de Narração de Histórias e pesquisas sobre as Mães Ancestrais. 
 
Josias Marinho Casadecaba é artista visual formado pela EBA/UFMG. Hoje mora e trabalha em Boa Vista (RR). É professor de artes visuais no Colégio de Aplicação da UFRR. 
 
Pierre André começou a contar história em 1997, quando foi vencedor do VII Concurso “Os Melhores Contadores de Histórias”, da BPIJBH. Profissionalmente começou a contar histórias em 2000.
 
Magna Cristina de Oliveira é contadora de histórias desde 2013. Graduada em Comunicação Social, modalidade Relações Públicas (UNI-BH), tem também especialização em Gestão Institucional (FAE/UFMG).